Lance Armstrong: uma sombra sobre o passado.

Durante anos nos acostumamos a ver a glória de um grande atleta, o invencível Lance Armstrong, 7 vezes campeão da volta da França. Mesmo no Brasil, onde o esporte é praticamente ignorado, todos sabiam quem era esse extraordinário atleta com nome de astronauta.

Leio hoje que ele desistiu do processo que movia contra a agência antidoping e terá todos os seus títulos cassados. Não é o primeiro, nem será o último. O problema é que apagar o passado é impossível, por mais que se tente. Sempre estará a imagem dele vencendo as provas, assim como a de Ben Johnson vencendo os 100m em Seul. Não é a mesma coisa, anos depois, chamar o segundo colocado e trocar sua medalha. Por mais que Carl Lewis reveja sua prova em 1988, a imagem é de Jonhson batendo o recorde mundial e comemorando.

Não me cabe fazer julgamento nenhum sobre Armstrong, apenas levanto que não se pode corrigir completamente o passado. Os que foram derrotados por ele, considerando que estivesse dopado, jamais receberão a glória que deveriam ter recebido caso Armstrong estivesse limpo. Não é nem possível saber se não venceria de qualquer forma!

Aqui no Brasil também tivemos casos tristes, como o de Mauren Maggi. E obscuros como o de Cielo. Um dos problemas do doping é que mesmo quando o atleta é inocentado, a sombra permanece, como foi o caso do nadador brasileiro. Muita gente boa não engoliu o desfecho da coisa. Argumentam que se não fosse o campeão olímpico e mundial da prova, não teria sido inocentado, o que contraria a lógica pois Jonhson e Armstrong foram condenados mesmo nas mesmas condições de Cielo. Mas que sempre haverá a dúvida não há como fugir.

De qualquer forma resta a constatação que o dopping é uma condição lamentável do esporte, principalmente esse de alto rendimento, tão científico e profissionalizado. Há quem diga que hoje é impossível ganhar medalhas sem dopping. Honestamente não sei. Só que tudo isso contribui para deixar uma grande desconfiança sobre tudo que vemos.

Afina, quando vimos Lance Armstrong estávamos diante da realidade ou de uma grande enganação? É impossível apagar suas imagens e participação nas competições. Restará sempre uma sobre sobre o seu passado. E de todos nós.

 

ps: Quem está condenando o ciclista é a própria agência antidoping americana e não um orgão internacional. Só para registro pois tem gente que acredita que os americanos estão sempre cospirando e que jamais condenam os seus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s