Aluguel em Brasília e explosão do funcionalismo público

Um colega hoje estava argumentando sobre o preço absurdo dos alugueis em Brasília, particularmente no Plano Piloto. Ele tem toda razão, claro. Só não se pode confundir esse valor de aluguel com a ganância dos donos de imóveis, até porque eles pagaram uma nota para comprá-los, pelo menos a maioria.

Pensando sob a ótica da oferta e demanda, uma das leis econômicas mais básicas de uma sociedade _ e não uma teoria como preferem alguns. O preço reflete a condição de equilíbrio possível entre os lados desta balança e indica o sentido da aplicações dos recursos de uma sociedade. Um preço alto significa um desequilíbrio entre uma demanda muito maior que a oferta. Em uma economia livre _ se é que isso existe _ os recursos são então direcionados para a oferta provocando uma queda dos preços no longo prazo. Mas o que acontece na capital federal?

A demanda aumentou absurdamente nos últimos anos. Principalmente por dois fatores: a aposentadoria de funcionários públicos que se redicaram em Brasília e a explosão dos novos concursos, só possível pelo crescimento da arrecadação nos últimos 10 anos. Ao invés de aplicar esses recursos na infra-estrutura do país, grande parte dele foi utilizado para sustentar uma máquina pública cada vez mais gigante e que se traduz nos incríveis 40 ministérios.

E a oferta? A oferta permaneceu a mesma! Preços altos não se traduziram em aumento da oferta porque as limitações para construção no plano piloto são quase impositivas. Não cabe aqui discutir se isso é bom ou ruim, mas sim que o resultado é a elevação do preço de alugueis. E vai aumentar cada vez mais pois essa demanda por imóveis em Brasília só faz crescer.

Podem anotar, só existe preço alto com participação de governo. O valor do aluguel em Brasília é exemplo disso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s