Trocando de futebol

Esse ano não dá mais. Assistir aquele bando jogando com a camisa do Flamengo é masoquismo. Sei que tem gente que defende que é nesses momentos que se mostra o verdadeiro torcedor, sofrendo com o time no momento difícil, acompanhando a descida ao inferno. Pode ter razão. Só que esporte não deve ser purgatório, nem religião. O dia que jogar algo parecido com futebol eu volto a assitir jogos, por enquanto o bando pode passar muito bem sem minha torcida. Ganhar ou perder faz parte do jogo, mas é preciso competir! Mais um ano perdido dessa impressionante gestão da Sra Patrícia Amorim, mostrando que administração não é assunto para amadores. A única coisa que pode vir de bom ainda esse ano é a defenestração dessa incompetente.

Para piorar, o Fluminense aparece como principal candidato ao título. Sei que 99 em cada 100 rubro-negros tem o Vasco como principal rival. Não participo dessa maioria, meu rival de sempre é o tricolor das laranjeiras. Tudo azul no caminho deles para o quarto título. Só me resta torcer para que o Titanic encontre o Iceberg. Again.

Coritiba-Flamengo-Foto-Felipe-Gabriel_LANIMA20120908_0097_43.jpg
Well, como não tem nada de bom para mim no futebol brasileiro, voltei meus olhos para o outro lado do Atlântico. Esta semana começou a NFL, a liga profissional do futebol americano. Assisti 3 jogos.

A temporada abriu com o bom jogo de Giants (atuais campeões) e Dallas, com vitória para o segundo.

Ontém teve um animado Chicago x Indianápolis, com os Colts enfrentando sérios problemas para essa temporada. O ataque do Chicago simplesmente passeou, marcando 41 pontos ainda no terceiro tempo e simplesmente administrando o final da partida.

No jogo da noite, vi apenas o primeiro tempo da vitória parcial do Steelers sobre o Broncos por 10 x 7. Infelizmente perdi o show de Peyton Manning que liderou o Broncos a fazer 17 pontos no último quarto e terminar com a vitória de 31 x 19.

Felizmente ano que vem em Vicksburg poderei ver os jogos em um horário melhor. Os da noite acabam muito tarde por aqui.

Anúncios

Um comentário sobre “Trocando de futebol

  1. Tbm sou flamenguista. Tbm faço greve quando o time merece. Não troco nem renego a raça, mas não sofro por quem não merece. Oh, desgosto! Aturar os Nenseeeeeeeeeeeeeeeeeeh pó de arroz é dose. Os vascaínos sempre ignorei tbm.
    Menos uma preocupação esse ano: o Fla.
    Aff.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s