Uma trapaça monumental

A coisa está fedendo para o lado de Obama, mais uma vez. Lembram do atentado à embaixada americana na Líbia que vitimou seu embaixador?

No dia seguinte a versão da casa branca foi espalhada na mídia sem o mínimo de crítica da imprensa bovina mundial. Tudo não passava de uma reação a um vídeo, muito mal feito por sinal, colocado no youtube. Hillary Clinton em pessoa endossou a versão.

Aos poucos foram aparecendo os indícios que na verdade se tratava de um ataque terrorista; pior, que o embaixador pediu desesperadamente o reforço da segurança da embaixada porque já tinham informações do que aconteceria. Descobriu-se que 24 horas depois do atentado, o governo americano já sabia do que se tratava e levou inacreditáveis 14 dias para reconhecer que se tratava de um ataque terrorista.

Mas você não viu nada disso na imprensa, não é? Nem mesmo que Hillary Clinton está assumindo toda a culpa para limpar a barra do chefe. Tudo mostra o ponto miserável que a grande imprensa tomou nos últimos tempos, especialmente no Brasil onde a cobertura internacional se resume a uma leitura do New York Times e reportagens da CNN. Foi-se um tempo em que o reporter se fazia perguntas sobre a matéria que escreveria, tentando encontrar os pontos falhos. O que existe é um indosso completo dos porta vozes oficiais.

A coisa está piorando ainda mais no caso da embaixada. Agora se sabe que o governo americano sabia da natureza do atentado 2 horas depois da morte do embaixador! Mesmo assim continuou na pantomina de culpar um vídeo do youtube para tentar escapar da responsabilidade pelas mortes. Imaginem a gritaria se tudo isso fosse obra do Bush! O mundo teria caído sobre sua cabeça e a palavra ordem seria crime de responsabilidade.

Aliás é curioso, uma embaixada americana é atacada a bombas em um 11 de setembro e se fica em dúvida se seria um ataque terrorista? Não se deixem enganar, como dizia Marx, o que entendia da natureza humana e não o dos furúnculos, tem jeito de terrorismo, parece terrorismo, tem cheiro de terrorismo mas no fundo… é terrorismo! Essa até o Lewandoski seria capaz de enxergar, aliás o nosso eminente juiz teria absolvido Hitler por falta de provas… Deixa para lá.

Como é Obama, os jornalões tratam de varrer a sujeira para debaixo do tapete e executar uma política de redução de danos. No Brasil, o melhor é manter o silêncio mesmo.

É bom que o eleitor americano faça a coisa certa agora em novembro. Para todos nós.

Anúncios

2 comentários sobre “Uma trapaça monumental

  1. Sina da unabomber Sra Clinton é engolir sapos pra defender imprestáveis (vergonha). Quando vai aprender?
    Nem vou perder tempo comentando a imprensa tupiniquim… terra de cegos & surdos que por infelicidade não são também mudos. Adoram mugir e zuar por aí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s