Relacionando notícias

Na semana passada, vimos que há risco de falta de gasolina no final do ano e por causa disso o preço deve subir. O governo e a nossa Petrobrás está trabalhando para minimizar os efeitos sobre a população. Afinal, o governo existe para isso, nos proteger dessas irregularidades do mercado. Como iríamos prever que o consumo subiria tanto em tão pouco tempo?

Uma demonstração de como o governo atua para nos proteger das diversas ameaças econômicas foi a ameaça de aumento do desemprego pela recessão econômica causada pelo endividamento dos brasileiros, que passaram a consumir menos para pagar suas contas. Atuando com firmeza, o ministro da imperatriz abaixou o IPI para incentivar a indústria. Como não dá para baixar imposto de todo mundo, afinal é preciso arrecadar, a redução se concentrou na indústria automobilística, que notadamente emprega muita gente. Ainda bem que temos planejadores no governo!

E qual o destaque da Folha hoje? Recorde para a venda de carros

Mas pera aí?

Vamos colocar as coisas na ordem:

1) Diminuição de impostos para os carros novos.

2) Aumento dos carros em circulação.

3) Falta de combustível na praça.

Só falta ter relação de causa e efeito entre essas coisas! Vocês acham que se estivessem relacionadas um ministro tão capacitado e um governo tão voltado para o povo iria tomar as medidas que estão tomando? 

Só falta dizer agora que os congestionamentos nas grandes cidades também é culpa do governo!

Francamente!

 

Detalhe:

Que o brasileiro comum não consiga relacionar causa e efeito nas medidas econômicas é até compreensível tamanho o desastre de nossa educação. Aliás, os eleitores da cidade de São Paulo não conseguiram relacionar Haddad – MEC – Educação – ENEM, quanto mais essas coisas essencialmente técnicas.

Mas que a grande imprensa se esconda nessas horas é uma tragédia muito maior! Que vergonha! Depois não entendem porque cada vez se confia menos em jornalista, se é que é possível!

Aproveitando, nunca é demais relembrar as 3 regras do Olavão sobre jornalistas:

1) jornalistas sabem muito menos do que acham que sabem;

2) constantemente erram;

3) nunca são responsabilizados por seus erros.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s