Ainda sobre pontos corridos

Um dos argumentos em defesa do sistema de pontos corridos seria a questão de justiça. Neste sistema, um time que terminasse 10 pontos na frente do segundo colocado poderia perder o título para o oitavo, que poderia estar a uns 20 pontos do líder.

O grande problema é que não faz realmente muito sentido ter um campeonato com jogos eliminatórios se na fase inicial todos se enfrentam. Se voltarmos no tempo, até o fim da década de 80, não havia essa idéia de injustiça pois os times eram divididos em grupos. Tanto em uma primeira quanto em uma segunda fase. O resultado era que a pontuação dos times não tinha tanto significado pois faziam jogos diferentes. Como acontece no futebol americano onde apenas os times dentro da mesma divisão fazem jogos contra os mesmos times, mesmo assim em 14 dos 16 jogos. Ou seja, um time que termina com 13 vitórias não necessariamente é melhor do que o que terminou com 10.

Se voltarmos no tempo e lembrarmos do brasileirão até o final da década de 80, tínhamos um modelo em grupos. Ninguém comparava a pontuação dos dois finalistas pois entendia-se que fiziam jogos contra adversários diferentes. 

Se fossemos adotar algo como o modelo americano, poderíamos até ter um campeonato com 32 times, desde que não precisassem enfrentar a todos! Poderiam ser divididos 4 grupos de 8; grupos que se manteriam eternamente para criar uma tradição e uma rivalidade dentro dos grupos. O time do grupo A faria jogos de ida e volta contra os adversários do mesmo grupo (14 jogos). Enfrentaria ainda todos os times de um outro grupo, por exemplo o B (8 jogos). Ficaria com um total de 22 jogos, bem menos do que o inchado 38 jogos que temos hoje.

Poderiam se classificar 3 de cada grupo. Por que não 4? Para que o campeão de cada grupo tenha o benefício de ficar uma rodada de bye. Assim evitaria um time se acomodar quando garantisse a classificação. O primeiro lugar colocaria o time direto nas quartas de final enquanto que os demais encarariam uma oitava de final. 

Rebaixamento? Só para alguns. Meu time nunca caiu, mas tenho a convicção que Palmeiras, Corinthians, Vasco e etc não tem nada que fazer em segundona. Com o aumento de times na série A, teria bastante espaço para os demais times disputarem vagas de rebaixamento. 

Bem, tudo isso é só especulação, mas ainda faço uma simulação para ver como fica!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s