Como sempre estávamos pagando a conta

Finalmente o jornalismo comoçou a falar às claras o que estava apenas nas entrelinhas e Lula entra para o rol de alguns grandes presidentes brasileiros. Vai ficando cada vez mais claro para nós, pobres mortais, qual era o papel da tal Rose no lulismo. E por que tinha tanto poder.

Em post anterior comentei como uma funcionária de quinto escalão conseguia achacar delegados da polícia federal. Pois é, não era na condição de funcionária que tanta gente se curvava à poderosa não é mesmo?

Não sou nenhum moralista, longe disso; tento compreender sempre as nossas falhas, próprias do ser humano. Mas tirar dinheiro do contribuinte para pagar a vida de Rose e sua quadrilha já é demais, não?

Ainda mais de quem é considerado o pai dos pobres da modernidade! Pois é, quem diria que o governo tirava dinheiro da pobre assalariada sempre que esta comprava seu pão e seu leito e o repassava para Rose e todos que estavam ligados à ela. Até pensão de ex-marido estávamos pagando sem saber! Isso é um escárnio e mais uma evidência da podridão moral dessa turma que está no poder.

Confusão do público com o privado? Sérgio Buarque estava errado. Para duas coisas serem confundidas é preciso que sejam distintas. Hoje estamos mais para o público é privado. E não se trata de privação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s