A força de um jogo coletivo

No último campeonato o Ocklahoma City Thunders se caracterizou por ser um time de jovens jogadores excepcionais e que chegou a colocar banca para cima do Miami antes de ser varrido com 4 derrotas seguidas após vencer o primeiro jogo das finais. Claramente ficou evidente que algo estava faltando para ganhar o anel de campeão da NBA.

No início do atual campeonato, quanto o time foi derrotado duas vezes seguidas, arrisquei apontar alguns problemas aqui no blog. Faltava jogo coletivo à equipe que vivia basicamente das jogadas de Russel Westbrook e Kevin Durant. Sem dúvida grandes jogadores, mas que tinham seu trabalho dificultado por terem seus adversários a certeza que a jogada seria finalizada por um dos dois. Para ter uma idéia, o Thunders conseguiu chegar na final da última temporada sendo o pior time em assistências da liga! Um feito realmente impressionante.


Ontém o time bateu o Lakers em sua sétima vitória seguida, por 114 x 108. A diferença não representou a partida, que teve o OKC liderando por dois dígitos desde o segundo quarto, quando conseguiu meter 41 pontos no rival, graças a uma grande atuação de Russel Westbrook que fez 27 de seus 33 pontos no primeiro tempo, inclusive com 5 bolas de 3 pts. No final um relaxamento permitiu que o Lakers encostasse no placar, mas faltando segundos para terminar a partida. O que deixou Scott Brooks particularmente irritado, e com razão.

Para preocupação de seus adversários, o time resolveu começar a fazer o tal jogo coletivo e começa a aparecer como um dos grandes favoritos ao título. Algumas observações sobre o OKC:

  • Russel Westbrook teve uma média de assistência de pouco mais de 3 por partida, um número muito baixo para um armador. Este ano está em 8,7, na sexta posição, mesmo assim empatado com o quarto e o quinto.
  • Lembram que o Thunders era o trigésimo em assistências? Agora é sétimo. Uma fantástica evolução que começa a incomodar seus adversários. O time agora passa a bola.
  • Serge Ibaka evoluiu bastante e passou sua média de pontos de 8 para 14, principalmente com chutes de meia distância.
  • Nick Collison tem entrado cada vez melhor, fazendo pontos importantes e forçando faltas de ataque dos adversários como ninguém.
  • Scott Brooks conseguiu ajeitar a rotação do time e aproveitar melhor Kevin Martin. Com James Hardner ele conseguia colocar Durant e Westbrook no banco ao mesmo tempo, o que n˜åo aconece com K-Mart. Depois de tentar algumas soluções, Brooks passou a sentar Durant um pouco antes e reduzir bastante o tempo sem a dupla de estrelas fora da quadra. O resultado começa a aparecer e a média de K-Mart é praticamente a mesma de Harden.
  • Kevin Durant não tem brilhado como de costume, errando algumas bolas fáceis. Mesmo assim sua média de pontuação se manteve. O que vai acontecer quando começar a brilhar?
  • São 79 jogos seguidos com seu ginásio lotado. Torcida é o que não falta.

Claro que nem tudo são flores e o time, como qualquer outro, tem suas vulnerabilidades:

  • Perkins está destoando do time e não é de hoje.
  • Sefolosha é outro que não convence ofensivamente, muito limitado mesmo. Resume a algumas bolas de 3 pts, o que é pouco para um titular do Thunders. Salva-se pela sua capacidade defensiva
  • O gigante Thabeet ainda está assustado. Brigou mais do que jogou.
  • Jaremy Lamb, escolha de primeira rodada do último draft mostrou pouca coisa.
  • O segundo time, exceto pelos citados Collison e K-Mart, e um pouco pelo armador Eric Maynor, mostra pouca força, sendo geralmente dominado pelos segundo times adversários

Com 16 vitórias em 20 jogos, em segundo em sua conferência, o OKC é claramente um dos favoritos ao título, mesmo com a saída de James Harden. O que mais começa a preocupar seus adversários é que o time está ainda evoluindo e que tem muitas potencialidades ainda latentes; ou seja, o time não alcançou todo seu potencial. Se conseguir, vai ser muito difícil de parar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s