Atualizando a missão Vicksburg

Ontem estávamos em nossa correria habitual, véspera de embarque para Manaus. Enquanto eu corria ao shopping para fechar as contas de celular, dona patroa se mandava para o aeroporto para resolver o embarque da Cleo, nossa cachorrinha. Até então, tudo normal.

Como tenho três linhas de celular com três empresas diferentes, uma estratégia que explico um dia, resolvi começar pela TIM, normalmente a mais enrolada delas. Contrariando minhas previsões, em menos de 10 minutos estava tudo resolvido e tinha passado a linha da dona patroa para pré-pago. O problema é que esta linha ficaria de 12 a 24 horas fora do ar, implicando que a partir daquele momento não teria mais contato com ela.

Tudo bem. Tínhamos marcado que após o aeroporto ela encontraria comigo no shopping, de alguma forma ela conseguiria me ligar. Não deu dez minutos e meu celular tocou. Era o Luan. A pequena tinha levado um tombo feio e estava com um edema sobre o olho. Sem comunicação com dona patroa, trato de pegar um taxi e correr para casa.

Realmente o tombo foi feio, mas nem precisei levar na emergência. Uma ligação para uma amiga pediatra de emergência bastou para me tranquilizar. Ela ficaria com um olho roxo, mas nada além disso.

Logo dona patroa chegou em casa e ficou preocupada se o olho roxo não causaria problemas no embarque. Toda cara de violência doméstica. Melhor levar no médico, disse. Tem certeza? Já falei com a médica, não precisa. A dúvida se desfez com uma bolinhas que apareceram nas mãos e no rosto da pequena. Melhor ver logo tudo.

Uma hora depois, dona patroa me liga. Enquanto escutava a menina toda alegre cantando um “clássico” da galinha pintadinha _ viva Mariana, viva Mariana! _ recebia a notícia: era catapora! Como assim? Esta doença ainda existe?

Volto no tempo, flashback. Um mês antes. Tudo pronto para vacinar a pequena contra justamente a catapora. Uma pequena crise alérgica nos fez adiar pois tinha iniciado um medicamento. Caiu no esquecimento. Além do mais, 180 pila por uma vacina não parecia muito animador! Ano que vem parece que entrará na rede pública, dá para esperar um ano não é?

Não deu. E os 180 pilas viraram 1500 dólares de multas e taxas por remarcação de passagem. Conselho: paguem estas porcarias de vacinas. De um jeito ou de outro o prejuízo acaba sendo bem maior porque a danada vai sismar de aparecer na pior hora possível. Viver é aprender, sempre.

Enfim, já não vamos mais no dia 11 e sim no dia 17. E viemos para Manaus eu, Luan e Lorena. Dona patroa e a pequena arteira, com seu olho roxo e suas pintinhas, ficaram para trás.

E viva Mariana!

Anúncios

2 comentários sobre “Atualizando a missão Vicksburg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s