Brasil enlouquecido

Olhar o noticiário brasileiro é constatar que o país está enlouquecido, o que revela muito da condição atual da nossa civilização.

Parece que o acidente na Av Brasil que vitimou 6 pessoas foi provocado por um universitário, quem não é hoje em dia?, que deu um chute no rosto do motorista porque este teria se recusado a parar onde queria. Que espécie de louco faz uma coisa dessas? Além de tudo é burro pois agrediu justamente a única pessoa que não convém fazer em um veículo em movimento! Dá para perceber também que o covarde pratica alguma arte marcial. Já se começa a desenhar mentalmente a imagem da figura não é?

Mas não é só isso, a tal Fanny reclama que o BBB a teria feito perder 5 anos de terapia por não permitir levar seu anti-depressivo para a casa. Ao que me consta, por pior que seja essa porcaria de programa, levar pessoas contra a vontade ainda não é uma prática por lá. Quem se meteu naquela casa, mesmo enfrentando problemas de depressão, e sabendo muito bem o que acontece lá dentro, foi a própria Fanny. Ou não foi?

João Barone, baterista do Paralamas, reclamou outro dia que ao invés de se preocupar com a comissão da verdade, que pouquíssima gente dá bola, a presidente deveria se preocupar com coisas maiores, como a seca no nordeste. Um comentário perfeitamente normal em uma democracia e nem chega a ser ofensiva à mandatária. Pronto. Foi o que bastou para o babaca do José de Abreu sair agredindo verbalmente o músico, chamando-o de ignorante político. Um país em que um idiota como José de Abreu tem alguma relevância, em que se pese seu questionável talento como ator, é ou não um país enlouquecido?

Para terminar, um outro idiota chama o deputado Marco Feliciano de racista, que por sua vez manda retirá-lo da comissão. E o que a figura faz? Acusa-o de prendê-lo por ser negro e gay! O detalhe mais ridículo da estória toda é que o pastor é no mínimo pardo, o que o classificaria de negro na concepção racialista brasileira, e filho de mãe negra! E o vadio? É negro “auto-declarado”! Quando as palavras começam a perder o sentido e se conectar com a realidade é que a coisa vai mal, muito mal.

E não vou nem falar nos “índios” da “aldeia” Maracanã. Aí já é demais até para esse pobre blogueiro!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s