Colocando a questão: é possível investigar a verdade sem ler o que não concorda?

Uma das coisas que Aristóteles provou de forma incontestável é que a partir de momento que se assumissem algumas premissas, tudo mais era questão de lógica. A partir de algumas regras, que não mudaram nunca, se chegariam sempre nas mesmas conclusões. O grande problema, alertava ele, era escolher estas premissas. O melhor método proposto por ele foi a dialética, o confronto de argumentos e contra-argumentos sobre a validade de uma premissa até se conseguir uma visão mais clara da verdade, para que então se aplicasse a lógica.

Ou seja, para investigar a verdade é absolutamente necessário não só entender os próprios argumentos, mas os argumentos em contrário.

Um amigo comentou comigo alguns anos atrás:

_ Nossos colegas militares gostam de dizer que são anti-comunistas, anti-marxistas. Mas o que leram de Marx ou de qualquer autor comunista? O que sabem das idéias que formam a base da argumentação marxista? Quando muito, só leram o marxismo a partir de livros que esboçam seu próprio ponto de vista. E os que defendem o comunismo? Eles são capazes de pelo menos explicar o que é marxismo?

A pergunta me pegou em cheio porque até então eu nunca tinha lido Marx. O que me faz levantar a questão para reflexão:

É possível investigar a verdade sem ler o que não concorda?

E você, caro leitor, o que acha?

Como chegar na verdade?
Como chegar na verdade?
Anúncios

Um comentário sobre “Colocando a questão: é possível investigar a verdade sem ler o que não concorda?

  1. Pingback: Coisas do Jota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s