Começa o segundo turno

Começou o turno derradeiro do brasileirão 2012. Promessa de fortes emoções.

Na ponta de cima, os grandes vitoriosos foram Grêmio e São Paulo. Fluminense e Atlético mostraram que não é possível manter o nível de aproveitamento do primeiro turno (ambos com mais de 75%). Os três últimos campeões tiveram 62% ou menos. Não há razão para ser diferente este ano.

O São Paulo está entrando definitivamente na briga. Vasco e Botafogo vêm caindo de rendimento há algum tempo.

No lado do meio, o Flamengo mostrou mais uma vez seus limites. Poderia ter ganho a partida, Magrão fez excelentes defesas, mas não chegou a realmente se impor ao esforçado Sport, que mostrou que  a turma de baixo vai jogar sempre no limite.

Na parte de baixo, destaque para a chinelada que o Palmeiras tomou da lusa. Sinal vermelho para o clube, a coisa tá preta.

 

Panorama do Brasileirão

Terminado o primeiro turno, pode-se dividir os times em algumas categorias:

Disputa do título

O aproveitamento de Atlético e Fluminense é absurdo. O primeiro tem 80%, o segundo 74%. Só para terem uma idéia, o percentual para conquista do título é de 62% (Fluminense e Corinthians nos dois últimos anos). Esse percentual é possível em um turno, como aconteceu com o Flamengo e Fluminense no segundo turno de 2009, ou com Corinthians no primeiro de 2010. No campeonato todo parece-me muito difícil. A vantagem dos dois, é que na prática precisam de um aproveitamento por volta dos 50% para chegarem ao título; por isso são favoritos. Se eu tivesse que apostar, jogaria minhas fichas no tricolor. Tem mais elenco para o segundo turno, sempre mais complicado.

Correndo por fora, temos Grêmio e Vasco. Ambos estão com percentual que credencia para disputa do título. Se repetirem o que fizeram no primeiro turno, chegam lá. O Vasco me parece com um problema mais a nível psicológico do que qualquer outra coisa.

De qualquer forma, dificilmente o título sai desse grupo.

Libertadores.

Aqui a faixa é de cerca de 53, 54%. Atlético e Fluminense estão garantidos, pode anotar. Teriam que fazer uma campanha no segundo turno de nível rebaixamento. Não vão conseguir, nem que queiram.

Sobram, portanto, duas vagas. Além de Vasco e Grêmio, Inter e São Paulo estão na faixa. Não é possível que os quatro permaneçam ao mesmo tempo nesse nível de aproveitamento, dois ou mais vão cair.

Podem chegar lá, Botafogo, Cruzeiro, Flamengo ou Santos. Mas estes necessariamente terão que fazer um segundo turno bem melhor do que o primeiro. Lembrando da ata do compom, Botafogo e Cruzeiro estão com viés de baixa, Flamengo e Santos com viés de alta. Mas futebol não é taxa de juros…

Quase salvos

Se não houver desastres, e eles acontecem, salvam-se Náutico, Corinthians, Ponte e Portuguesa. É difícil para um time do rebaixamento tirar 9 pontos. O Fluminense provou isso em 2009, precisou ganhar quase tudo para escapar na última rodada no limite. Um gol o teria mandado para a segundona. Dificilmente isso ocorre outra vez, ainda mais com mais de um time.

Na degola

Os seis restantes vão disputar as quatro vagas com choro e ranger de dentes. Chama atenção a presença dos dois finalistas da Copa do Brasil, Coritiba e Palmeiras. O que mostra que torneio mata-mata não significa nada para um torneio de pontos corridos. Ao contrário dos outros anos, não vejo nenhum time já rebaixado. A disputa deve ser duríssima.

 

Por fim, palpite desse blogueiro:

Campeão: Fluminense

Libertadores: Atlético, Grêmio e São Paulo

Rebaixados: Figueirense, Atlético-GO, Bahia e Coritiba

 

Veremos!