Tudo se resume a Ohio!

Amanhã é dia de eleições nos Estados Unidos e não dá para saber quem vai vencer, coisa desconhecidas para nós brasileiros que sempre sabemos na véspera quem leva as eleições. A última vez que tivemos um pleito realmente indefinido foi vitória de Collor sobre Lula, em 1989. De lá para cá parece que os institutos de pesquisa foram os grandes eleitores. Divirjo, retornemos aos Estados Unidos.

Pode-se dizer que Romney é ligeiramente favorito para ganhar no voto popular e Obama de ganhar no colégio eleitoral, que é o que importa. Ohio tem tudo para ser o fiel da balança pois é extremamente improvável que o vencedor lá perca as eleições. O que se sabe com certeza é que será muito mais apertado do que foi em 2008.

Os conservadores estão confiantes, o que é um problema para os democratas pois tendem a comparecer em maior número nas urnas. Sim, lá, um país atrasado e pré-histórico, o eleitor só sai de casa no dia da eleição se quiser. Um dia talvez aprendam com a gente o que é democracia, por enquanto tem que convencer o eleitor a votar e ainda torcer para receber o voto! Do lado democrata tem muita gente pessimista, mas não quer dizer que vão perder. Já é conhecido um certo comportamento freudiano de alguns progressistas que sempre esperam o pior.

O que importa é que tudo está aberto para amanhã. Que vença o melhor!

Ou seja, Romney. 

Eleicos usa

Anúncios